sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Arguição da caminhada

Foto: Larissa Pujol

Ouçam! É explicação dada por um mundo de voltas que buscou, reencontra e indicará novo ciclo.
O que lhes faz sonho? A canção do beijo platônico n’almofada ou o aprendizado? Totaliza-se, pois, este ingresso vantajoso de décima juventude graciosa. Cometeria indiscrição sua velhice, logo depois, às pazes d’uma ida...
A dizer-lhes em curto espaço, o longo laço aqui recebo em meu invólucro mater-sapiense... Nas prévias manifestações de vida que têm, vejo alguns jocosos passos a saltitarem orgulhosamente por mais uma etapa. E vocês são corpos em construção; esguias alternativas entre sentimentos de flor sem pecado velho.
Em instantes, suas definições retas, curvadas ou não, contarão com a ajuda (também da desventura) para se tornarem heróis. Então: – Apresente o diálogo e as armas se rendem! – é o meu aprendizado que compartilho, em particular, com cada um de vocês.
Que a ordem não lhes cause o medo. Muito a pedi, vocês sabem, e ela será seu artefato de êxito, vocês compreenderão. Confio-lhes a proeza da escolha. Já!