sexta-feira, 10 de abril de 2015

Pequenininhas

Protesto meu amor por ti
                     [na calada ilusão à toa
A saber que me console
O beijo que nossa amizade perdoa.

Tu és uma felicidade toda... toda...

Tens a melodia do nome
                    [e a harmonia do sorriso.
Completa és num todo desejo-mor...
Ao fim de tua letra,
A mulher tem a sorte de ser tu.

Minha pequena: se eu te tirar da solidão, tu vens morar na minha? Foto: Larissa Pujol.